Conheça nosso curso de

Engenharia Civil

O Curso

A graduação em engenharia civil gera condições para projetar, gerenciar e executar obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, canais e portos. O profissional atua na análise das características do solo, assim, desenvolve projetos estruturais, de instalações de água e esgoto, saneamento, e especifica materiais e tecnologias próprias para cada tipo de situação.

Modalidade: Bacharelado
Período: Noturno
Duração: 10 semestres

Área de atuação

Nas Faculdades Integradas Maria Imaculada, o aluno se prepara para supervisionar prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança em canteiro de obras, administra recursos humanos e ambientais para proporcionar condições de vida adequadas nas cidades.

Coordenação

Prof. Esp. Luiz Manoel Furigo

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP (1993), Aperfeiçoamento em Estruturas pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (1997), Complementação Pedagógica equivalente a graduação em Matemática pelo Centro Universitário Hermínio Ometto de Araras – UNIARARAS (2003) e Especialização em Saneamento Ambiental pelo Centro Universitário Leonardo Da Vinci – UNIASSELVI (2014). Atualmente é engenheiro civil do SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Mogi Mirim, exercendo o cargo de Diretor de Gestão de Esgotos e Resíduos, Professor de nível técnico da Fundação Educacional Guaçuana e Professor universitário e Coordenador de curso de Engenharia Civil – Faculdades Integradas Maria Imaculada. Tem experiência na área de Solos, com ênfase em Fundações e em Engenharia Sanitária, com ênfase em Saneamento Básico. 

Infraestrutura

  • Objetivos
  • Perfil do egresso
  • Sistema de avaliação

OBJETIVOS

Formar engenheiros civis preparados para gerar e gerir conhecimento e para atender as demandas do mundo contemporâneo com criatividade, compromisso e ética profissional, respeitando o multiculturalismo, fazendo uso adequado da tecnologia, promovendo o desenvolvimento de habilidades relativas ao trabalho, a humanização da ciência e à sua aplicação consciente.

 

Específicos

  • Desenvolver a capacidade de aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à Engenharia Civil;
  • Capacitar o aluno a identificar, formular e resolver problemas relacionados à Engenharia Civil;
  • Capacitar o aluno a planejar, projetar, conduzir experimentos e interpretar resultados relacionados às atividades do Engenheiro Civil;
  • Capacitar o aluno a conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos ligados a edificação, saneamento, transporte, tráfego e mobilidade, geotecnia, recursos hídricos, estruturas e hidráulica;
  • Capacitar o aluno a planejar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia civil;
  • Capacitar o aluno a atuar na supervisão de operação e manutenção de sistemas e processos ligados a Engenharia Civil além de avaliá-los criticamente;
  • Capacitar o futuro profissional a mensurar e avaliar os impactos físicos, ambientais, sociais e econômicos dos empreendimentos de engenharia, preocupando-se com o campo da saúde, da segurança, do direito, do trabalho e do respeito ao meio ambiente;
  • Capacitar o aluno a avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
  • Desenvolver no aluno habilidades para se comunicar com eficiência nas formas escrita, oral e gráfica e para atuar em equipes multidisciplinares;
  • Desenvolver no aluno a compreensão e a postura ética e de responsabilidade profissionais.

PERFIL DO EGRESSO

Segundo os referenciais nacionais dos cursos de engenharia publicados pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação:

“O Engenheiro Civil é um profissional de formação generalista, que atua na concepção, planejamento, projeto, construção, operação e manutenção de edificações e de infraestruturas. Suas atividades incluem: supervisão, coordenação e orientação técnicas; estudo, planejamento, projeto e especificação; estudo de viabilidade técnico-econômica; assistência, assessoria e consultoria; direção, execução e fiscalização de obra e serviço técnico; vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico. Pode desempenhar cargos e funções técnicas, elaborar orçamentos e cuidar de padronização, mensuração e controle de qualidade. Pode coordenar equipes de instalação, montagem, operação, reparo e manutenção. Executa desenho técnico e se responsabiliza por análise, experimentação, ensaio, divulgação e produção técnica especializada. Coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza estudos de viabilidade técnico-econômica, executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; e efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em suas atividades, considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais.”

(Resolução CNE/CES nº 11 de 11 de março de 2002)

O curso de Engenharia Civil das Faculdades Integradas Maria Imaculada destina-se à formação de profissionais empreendedores, capacitados à assumir posições de liderança, desenvolver projetos em prol do desenvolvimento socioeconômico, científico e tecnológico, executando-os no âmbito das atribuições que lhes são conferidas pela Lei N.º 5.194 de 24/12/66 que regulamenta o exercício desta profissão. A formação de engenheiros civis segue diretrizes da Resolução CNE/CES nº 11 de 11 de março de 2002.

Com base neste princípio, o curso propõe ofertar ao mercado profissionais capazes de planejar e elaborar projetos, e empreender obras nas áreas de edificações, geotecnia, recursos hídricos, saneamento, estruturas, infraestrutura urbana, transportes e trânsito e para diversos setores do mercado: construções de pequeno, médio e grande porte, escritórios de projetos e consultorias, poder público, empresas de manutenção civil e indústrias, instituições de ensino e de pesquisa.

O engenheiro civil tem uma inserção social estratégica para o desenvolvimento nacional. Com essa visão, a proposta do curso é formar profissionais generalistas mas, ao mesmo tempo, capazes de atuar crítica e reflexivamente nos problemas que lhe são afetos. Para tanto o curso aborda considerável quadro de conhecimentos gerais e específicos que, na linha metodológica proposta levará o aluno a desenvolver capacidade intelectual e emocional para tratar os problemas de forma racional e crítica, humanística e ética, analisando-os e propondo soluções relevantes para a sociedade e para o meio ambiente.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

As FIMI projetam em todos os seus cursos, atividades em harmonia com as suas bases filosóficas e princípios metodológicos, garantindo, desta forma, uma coerência epistemológica com a Missão e os Objetivos Institucionais, assim como com as propostas pedagógicas dos seus cursos.

Avaliar não se resume à mecânica do conceito formal e estatístico; não é, simplesmente, atribuir notas, obrigatórias à decisão de avanço ou retenção em determinada disciplina. Os instrumentos de avaliação, imprescindíveis à verificação do aprendizado efetivamente realizado pelo aluno, devem fornecer subsídios ao trabalho docente, direcionando o esforço empreendido no processo de ensino e aprendizagem de forma a contemplar a melhor abordagem pedagógica e o mais pertinente método didático adequado à disciplina.

Neste contexto, a avaliação, sob o enfoque formativo, é de forma contínua, mais do que simples atribuição de um conceito formal (nota), serve à percepção, tanto do professor quanto do aluno, dos progressos e carências de seus respectivos trabalhos, permitindo a aplicação de estratégias de aperfeiçoamento ou de redirecionamento do processo de ensino-aprendizagem. Uma boa avaliação alimenta os tomadores de decisões com as informações necessárias para escolhas abalizadas, e os professores com um feedback útil para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Assim o sistema de avaliações é norteado pelo Regimento das FIMI, sendo considerado aprovado o discente que obter conceito mínimo de 5,0.

Notícias
Presença dos Alunos FIMI no 19º Congresso Nacional de Iniciação Científica (CONIC)

Presença dos Alunos FIMI no 19º Congresso Nacional de Iniciação Científica (CONIC)

Discentes FIMI tiveram seus trabalhos selecionados para a 19° CONIC (Congresso Nacional de Iniciação Científica),  que será realizado de 29…
Alunos de Engenharia Civil participam do X Encontro Estadual CREA-SP Jovem

Alunos de Engenharia Civil participam do X Encontro Estadual CREA-SP Jovem

No último dia 5 de Outubro, os alunos do curso de Engenharia Civil participaram do X Encontro Estadual CREA-SP Jovem,…
Conselho de arquitetura e urbanismo de SP recebe representantes da Fimi e da AEARMG

Conselho de arquitetura e urbanismo de SP recebe representantes da Fimi e da AEARMG

Objetivo da visita foi estreitar os laços entre a faculdade e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU/SP  …
FIMI realizou ciclo de palestras sobre Engenharia Civil

FIMI realizou ciclo de palestras sobre Engenharia Civil

Evento fez parte das atividades de “boas vindas” aos calouros do curso   Como parte dos eventos de boas vindas…

INSCREVA-SE

Engenharia Civil