Conheça nosso curso de

Química Industrial

O Curso

A química está tão presente no dia a dia que, geralmente o ser humano não se percebe dentro dela. Ela aparece desde alimentos e roupas até coisas mais complexas, como aviões, carros e equipamentos industriais.

Modalidade: Bacharelado
Período: Diurno/ Noturno
Duração: 8 semestres

Área de atuação

O químico industrial estará apto a atuar em diversos ramos da indústria (química, alimentícia, farmacêutica, dentre outros), podendo trabalhar em laboratórios de empresas, controle de qualidade, linhas de produção, áreas de planejamento e direção, instituições científicas, instituições de ensino, treinamento, dentre outros campos.

Coordenação

Prof. Dr. Moacyr Rodrigo Hoedmaker de Almeida

Doutor em Ciências (Área de concentração: Química Analítica) pelo Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Mestre em Química (Área de concentração: Química Analítica) pelo Departamento de Química da UFSCar. Bacharel em Química pela UFSCar. Professor e Coordenador do Curso de Ciências-Habilitação Química (Licenciatura Plena em Química), Química Industrial (Bacharelado) e da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Integradas Maria Imaculada (FIMI). Participou de inúmeros congressos nacionais e internacional e cursos na área, além de ter diversos artigos publicados em periódicos internacionais. Vencedor do Prêmio Conselho Federal de Química de Estímulo à Eletroquímica, pelo Conselho Federal de Química (CFQ). Avaliador Institucional e de Cursos MEC/INEP e do CEE/SP. Professor da Faculdade Municipal “Prof. Franco Montoro” (FMPFM). Editor do periódico “Intercência & Sociedade” (ISSN: 2236-0468), da editora FMPFM.

Infraestrutura

  • Objetivos
  • Perfil do egresso
  • Sistema de avaliação

OBJETIVOS

Possibilitar a formação de um profissional com bons conhecimentos gerais e domínio do conteúdo das diversas áreas da Química, baseado numa estrutura curricular interdisciplinar requerida não só para formar o profissional, mas também um cidadão com comportamento ético e consciente de sua responsabilidade social.

Específicos

Oferecer conhecimentos básicos, tornando o Químico Industrial apto a atuar junto às áreas de criação, desenvolvimento, projeto e implantação, operação e controle de processos químicos.

  • Aplicar os conhecimentos científicos nas operações industriais (transformações físicas e processos químicos) para a obtenção de produtos industrializados com qualidade.
  • Capacitar o futuro profissional para a análise química (físico-químicas, químico-biológicas, fitoquímicas, bromatológicas, químico-toxicológicas, sanitárias e químico-legal).
  • Capacitar o futuro profissional para a elaboração dos pareceres, atestados e projetos da especialidade e sua execução, perícia civil ou judiciária.
  • Capacitar o futuro profissional para a  direção e responsabilidade de laboratórios e departamentos químicos de industrias comerciais.
  • Capacitar o futuro profissional para supervisionar a fabricação de produtos e subprodutos no grau de pureza desejado.
  • Capacitar o futuro profissional para atuar no tratamento de resíduos resultantes da utilização de matérias-primas, preocupando-se com o campo da saúde, sua preservação e recuperação.
  • Capacitar o futuro profissional para buscar soluções para a conservação ambiental, esclarecendo e impedindo que a sociedade sofra os malefícios do uso indiscriminado de produtos químicos e resíduos tóxicos industriais.
  • Capacitar o futuro profissional ao pleno exercício da cidadania, inter-relacionando sua atuação na área química com a busca de realização e melhoria de qualidade de vida, tornando ativa sua participação na sociedade.
  • Conscientizar o aluno sobre a importância do desenvolvimento de seu senso crítico e atuação na Política Nacional de Química, fornecendo conhecimentos e habituando-o ao estudo e à pesquisa.
  • Formar um profissional habilitado para exercer o magistério nas cadeiras de Química, respeitada a legislação específica.

PERFIL DO EGRESSO

Segundo o Conselho Nacional de Educação / Câmara de Educação Superior, as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação de Química, tendo como Relatores Conselheiros: Francisco César de Sá Barreto (Relator), Carlos Alberto Serpa de Oliveira, Roberto Cláudio Frota Bezerra, PROCESSO Nº: 23001.000320/2001-44, PARECER Nº CES/CNE 1.303/2001. O perfil desejado do formando:

O Bacharel em Química deve ter formação generalista, com domínio das técnicas básicas de utilização de laboratórios e equipamentos, com condições de atuar nos campos de atividades socioeconômicas que envolvam as transformações da matéria, direcionando essas transformações, controlando os seus produtos, interpretando criticamente as etapas, efeitos e resultados; aplicando abordagens criativas à solução dos problemas e desenvolvendo novas aplicações e tecnologias.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

As FIMI projetam em todos os seus cursos, atividades em harmonia com as suas bases filosóficas e princípios metodológicos, garantindo, desta forma, uma coerência epistemológica com a Missão e os Objetivos Institucionais, assim como com as propostas pedagógicas dos seus cursos.

Avaliar não se resume à mecânica do conceito formal e estatístico; não é, simplesmente, atribuir notas, obrigatórias à decisão de avanço ou retenção em determinada disciplina. Os instrumentos de avaliação, imprescindíveis à verificação do aprendizado efetivamente realizado pelo aluno, devem fornecer subsídios ao trabalho docente, direcionando o esforço empreendido no processo de ensino e aprendizagem de forma a contemplar a melhor abordagem pedagógica e o mais pertinente método didático adequado à disciplina.

Neste contexto, a avaliação, sob o enfoque formativo e de forma contínua, mais do que simples atribuição de um conceito formal (nota), serve à percepção, tanto do professor quanto do aluno, dos progressos e carências de seus respectivos trabalhos, permitindo a aplicação de estratégias de aperfeiçoamento ou de redirecionamento do processo de ensino-aprendizagem. Uma boa avaliação alimenta os tomadores de decisões com as informações necessárias para escolhas abalizadas, e os professores com um feedback útil para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Assim o sistema de avaliações é norteado pelo Regimento das FIMI, sendo considerado aprovado o discente que obter conceito mínimo de 5,0.

Notícias
Alunos de Química Industrial visitam AMBEV Jaguaríuna

Alunos de Química Industrial visitam AMBEV Jaguaríuna

No último dia 29 de fevereiro, os alunos do 3º Semestre do curso de Química Industrial, tiveram a oportunidade de…
Alunos de Química Industrial visitam International Paper

Alunos de Química Industrial visitam International Paper

Na data de 3 de Outubro de 2019, os alunos de Química Industrial realizaram visita à indústria International Paper (Mogi…
Defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) de Biomedicina, Farmácia, Engenharia Civil e Química Industrial

Defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) de Biomedicina, Farmácia, Engenharia Civil e Química Industrial

Foi realizado nas dependências da FIMI, entre os dias 4 e 15 de dezembro, as defesas dos Trabalhos de Conclusão…
ALUNOS DO CURSO DE QUÍMICA INDUSTRIAL FIMI:  DEFESAS DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

ALUNOS DO CURSO DE QUÍMICA INDUSTRIAL FIMI: DEFESAS DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

No período de 05 a 07 de dezembro de 2016, nas dependências da FIMI, aconteceram as defesas dos Trabalhos de…

INSCREVA-SE

Química Industrial