Conheça nosso curso de

História

O Curso

É o campo do conhecimento que estuda o passado humano e seus vários aspectos econômicos, sociais, culturais e cotidianos.

Modalidade: Licenciatura
Período: Noturno
Duração: 8 semestres

Área de atuação

As Faculdades Integradas Maria Imaculada possibilitam ao historiador em formação investigar e interpretar criticamente os acontecimentos, buscando conhecer o que a humanidade produziu historicamente e propiciar uma compreensão da condição sócio-política no tempo presente.

Coordenação

Prof. Me. Marcelo Rocha Campos

Possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998) e mestrado em História [Franca] pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Social; História do Brasil Colonial e Republicano; História Contemporânea e Teoria da História. Lecionou ainda, as disciplinas de Metodologia de Pesquisa em História; assim como, Economia Política no curso de Serviço Social; e, Patrimônio Cultural e Museologia para o curso de graduação em Turismo. Atualmente é coordenador do Curso de graduação em Licenciatura em História das Faculdades Integradas Maria Imaculada, onde coordena também o curso de Pós-Graduação – Latu Sensu – em História Social.

Infraestrutura

  • Objetivos
  • Perfil do egresso
  • Sistema de avaliação

OBJETIVOS

Formar profissionais dotados de espírito crítico e de um método de estudo, trabalho e aprofundamento de questões, capazes de perceber e desenvolver em suas tarefas aquilo que faz a especificidade da História como disciplina: a) a historicidade da História mesma; b) a necessidade de trabalhar associando teoria, método e manejo de fontes primárias; c) a captação do tempo social, do espaço social e dos agentes sociais no tocante aos diferentes períodos e sociedades;

Garantir ao estudante uma prática através da iniciação científica que, durante o curso de graduação, permita atender ao máximo as possibilidades de formação de um profissional de História.

Intervir, num sentido crítico, transformador e renovador, no ensino de História do nível fundamental e médio, enfatizando permanentemente aspectos da história regional.

Específicos

Haverá uma única entrada através do concurso vestibular unificado das FIMI (além das entradas especiais estabelecidas em legislação federal, estadual e universitária – como transferências externas, ex officio etc.) para o Curso de Licenciatura em História. Este ofertará uma única habilitação: Licenciatura.

O Curso de História, em nível de Licenciatura, oferecerá 50 vagas no período noturno, terá duração de três anos, totalizando 2800 horas.

As disciplinas terão a carga horária de 30 e 60 horas/aula. A modulação temporal será semestral, sendo que cada disciplina será oferecida anualmente, no inicio de cada semestre. O graduado deverá ter cursado 6 semestres.

De acordo com o Projeto de Resolução CNE/CP de agosto de 2001, aprovado em 02/10/2001, a carga horária dos cursos de Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, em curso de licenciatura, de graduação plena, será efetivada mediante a integralização de, no mínimo, 2800 (duas mil e oitocentas) horas, nas quais a articulação teoria-prática garanta, nos termos dos seus projetos pedagógicos, as seguintes dimensões dos componentes comuns:

  • 400 (quatrocentas) horas de prática como componente curricular, vivenciadas ao longo do curso;
  • 400 (quatrocentas) horas de estágio curricular supervisionado a partir do início da segunda metade do curso;
  • 1.800 (mil e oitocentas) horas de aulas para os conteúdos curriculares de natureza científico-cultural;
  • 200 (duzentas) horas para outras formas de atividades acadêmico-científico-culturais.

Parágrafo único. Os alunos que exerçam atividade docente regular na educação básica poderão ter redução da carga horária do estágio curricular supervisionado  até o máximo de 200 (duzentas) horas.

(Projeto de Resolução CNE/CP de agosto de 2001, aprovado em 02/10/2001).

PERFIL DO EGRESSO

Segundo o Conselho Nacional de Educação/Câmara Superior de Educação, as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em História, sob o Parecer CNE/CES 492/2001, aprovado em 03/04/2001, o perfil desejado do formando é:

O graduado deverá estar capacitado ao exercício do trabalho de Historiador, em todas as suas dimensões, o que supõe pleno domínio da natureza do conhecimento histórico e das práticas essenciais de sua produção e difusão. Atendidas estas exigências básicas e conforme as possibilidades, necessidades e interesses das IES, com formação complementar e interdisciplinar, o profissional estará em condições de suprir demandas sociais específicas relativas ao seu campo de conhecimento (magistério em todos os graus, preservação do patrimônio, assessorias a entidades públicas e privadas nos setores culturais, artísticos, turísticos etc.).

Em outras palavras, não é possível desvincular a pesquisa da atividade docente, pois esta última exige, em sua atuação cotidiana a pesquisa sistemática, como também constitui-se em campo específico de investigação: a do ensino de História. Assim, a finalidade da formação proposta pelas FIMI para o Curso de Licenciatura em História, é envolver o aluno num processo de formação integrada entre a pesquisa, a produção do conhecimento histórico e o problema do ensino-aprendizagem, bem como desenvolver atividades e trabalhos direcionados para a formação de um professor qualificado e compromissado com a questão social.

Cada época faz a trajetória temporal dos homens as perguntas e solicitações que suas próprias realidades e necessidades sugerem. Dessa maneira, o profissional de História que queremos formar é aquele que, independentemente do fato de estar atuando neste ou naquele setor específico, esteja capacitado a elaborar uma avaliação crítica da questão social e adequada aos interesses democráticos. Afinal, como ressalta o Professor Josep Fontana: “o historiador não achará resposta aos seus problemas específicos – à necessidade de manejar uma visão satisfatória do passado – se não trabalha, por sua vez, na crítica do presente e na invenção do futuro; se não renuncia a ser especialista no seu campo fechado, para converter-se num participante a mais numa tarefa comum, a que acode com a sua própria ferramenta” (FONTANA, 1998).

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

As FIMI projetam em todos os seus cursos, atividades em harmonia com as suas bases filosóficas e princípios metodológicos, garantindo, desta forma, uma coerência epistemológica com a Missão e os Objetivos Institucionais, assim como com as propostas pedagógicas dos seus cursos.

Avaliar não se resume à mecânica do conceito formal e estatístico; não é, simplesmente, atribuir notas, obrigatórias à decisão de avanço ou retenção em determinada disciplina. Os instrumentos de avaliação, imprescindíveis à verificação do aprendizado efetivamente realizado pelo aluno, devem fornecer subsídios ao trabalho docente, direcionando o esforço empreendido no processo de ensino e aprendizagem de forma a contemplar a melhor abordagem pedagógica e o mais pertinente método didático adequado à disciplina.

Neste contexto, a avaliação, sob o enfoque formativo, é de forma contínua, mais do que simples atribuição de um conceito formal (nota), serve à percepção, tanto do professor quanto do aluno, dos progressos e carências de seus respectivos trabalhos, permitindo a aplicação de estratégias de aperfeiçoamento ou de redirecionamento do processo de ensino-aprendizagem. Uma boa avaliação alimenta os tomadores de decisões com as informações necessárias para escolhas abalizadas, e os professores com um feedback útil para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Assim o sistema de avaliações é norteado pelo Regimento das FIMI, sendo considerado aprovado o discente que obter conceito mínimo de 5,0.

Notícias
Professores dos Cursos de Licenciatura em Pedagogia, Letra e História fizeram o lançamento de seus livros na Fimi.

Professores dos Cursos de Licenciatura em Pedagogia, Letra e História fizeram o lançamento de seus livros na Fimi.

No dia 6 de novembro o professor Alex Barreiro lançou seu livro: Gêneros e Educação Infantil: política das identidades. Já…
Fimi realiza curso de extensão em Mitologia Grega

Fimi realiza curso de extensão em Mitologia Grega

“O curso de  licenciatura em História, das Faculdades Integradas Maria Imaculada, promove o curso de extensão em Mitologia Grega, o…
Professor da FIMI ministra palestra sobre história antiga na USP

Professor da FIMI ministra palestra sobre história antiga na USP

Integrante do corpo docente das Faculdades Integradas Maria Imaculada, o Prof. Me. Filipe N. Silva, que atualmente leciona nas licenciaturas…
Ex-alunos do curso de História da FIMI participam de Evento Internacional na Unifal-MG

Ex-alunos do curso de História da FIMI participam de Evento Internacional na Unifal-MG

Graduados no curso de História pelas Faculdades Integradas Maria Imaculada, os professores Douglas Cerdeira Bonfá e Cristina Santos Lúcio, que…

INSCREVA-SE

História