O Curso

O curso de Farmácia das FIMI foi criado a mais de dez anos, e atualmente é reconhecido pela sua qualidade na formação dos seu  profissionais. Seu projeto pedagógico inovador utiliza de metodologias ativas e integra os conteúdos a prática profissional, visando a formação de farmacêuticos de alto desempenho.

Modalidade: Bacharelado
Período: Diurno/ Noturno
Duração: 10 semestres

Área de atuação

Os farmacêuticos podem atuar nas áreas de medicamentos, cosméticos, fitoterápicos, laboratórios de análises clínicas e toxicológicas, drogarias e farmácias, além da área de indústria de alimentos.

Nessas diversas áreas podem desenvolver inúmeras atividades, dentre elas pesquisa, desenvolvimento, produção, controle de qualidade e marketing de medicamentos, cosméticos, dermocosméticos, alimentos, matérias-primas, saneantes e domissaneantes e kits reagentes. Desta forma, o mercado oferece amplas perspectivas ao profissional farmacêutico, que também possui amplo mercado de trabalho nas áreas de farmácias, farmácia clínica, estética, fitoterapia, acupuntura, hospitais, assistência farmacêutica e pesquisa clínica.

Atualmente o farmacêutico é cada vez mais solicitado para atuar em equipes multiprofissionais, otimizando a farmacoterapia e minimizando as interações medicamentosas e as reações adversas a medicamentos.

Formar profissional da saúde com formação generalista, humanística, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção a saúde, aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção e reabilitação da saúde, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade através do desenvolvimento da assistência farmacêutica em todos os níveis.

 

Específicos

Formar e preparar profissionais da área de saúde, orientado a trabalhar o fármaco e o medicamento no aspecto social, científico e tecnológico.

Capacitar o aluno ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos.

Formar profissionais competentes no que deverá estar eticamente comprometido com as políticas de saúde do país e entendendo as nossas grandes dificuldades econômicas, estruturais e sociais.

Prover recursos humanos capacitados e infra-estrutura física adequada, de forma a manter o alunado sempre motivado para a construção de habilidades e competências demandadas pela profissão abraçada.

Garantir o envolvimento com as tecnologias mais avançadas, aplicadas ao processo ensino-aprendizagem, assegurando aos alunos o contato com as técnicas e práticas mais modernas da profissão.

Promover intercâmbio permanente com os agentes sociais e profissionais da sociedade, visando à inserção do alunado na realidade cultural, profissional e sócio-econômico circundante, conseqüentemente, ao seu melhor desempenho profissional.

Implementar o uso de técnicas laboratoriais voltadas para a formação específica do farmacêutico generalista.

Assegurar processos sistemáticos de fundamentação teórico-prática, tendo em vista a aquisição de conhecimentos que garantam o domínio das técnicas Farmacêuticas.

Desenvolver práticas facilitadoras do desempenho profissional – quanto aos aspectos de empreendedor(ismo), gestão, assessoria e consultoria -, atendendo às exigências específicas do ambiente organizacional interno/externo.

Realizar intercâmbio/parceria com outras instituições visando assimilar novas vivências/experiências que venham subsidiar o processo de mudança e transformações.

Contribuir para a formação de profissionais que se integrem à comunidade enquanto cidadãos responsáveis, competentes e capacitados para exercer suas funções específicas e participar da vida pública enquanto membros de uma sociedade democrática e pluralista.

Compromissar com a excelência na formação de profissionais, de forma a dominarem um conjunto fundamental de conhecimentos ligados às áreas de atenção a saúde; tomada de decisões; comunicação; liderança; administração e gerenciamento e educação permanente.

O perfil desejado do formando constante na Resolução CNE/CES 2 de 19 de fevereiro de 2002, publicada no D.O.U. de 4 de março de 2002 é o seguinte:

“Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Capacitado ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade.”

Em concordância com a Resolução CNE/CES 2/2002, que estabelece as diretrizes curriculares nacionais do ensino de graduação em Farmácia, o Curso de Farmácia das Faculdades Integradas Maria Imaculada almeja como perfil de seu egresso um profissional generalista, possuidor de conhecimentos especializados, apto a atuar em todos os níveis de saúde pautado em princípio éticos, visando o bem da sociedade. O profissional deve estar capacitado a tomada de decisões, que possa atuar nas equipes de saúde com alto grau de competência. A formação do profissional terá como enfoque central o medicamento voltado para o ser humano.

O profissional almejado terá uma formação administrativa para o exercício de atividades farmacêuticas, visando a eficiência e qualidade na produção ou prestação de serviço, reconhecendo a sua importância na comunidade regional. Este profissional estará capacitado ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, ás análises clinica e toxicológicas e a produção e análise de alimentos.

O eixo principal para a formação dos egressos de farmácia das FIMI é o medicamento, considerando as características regionais a qual concentra um elevado número de farmácias, laboratórios e indústrias farmacêuticas, bem como Unidades Básicas de Saúde que dispensam medicamentos sem a presença do profissional Farmacêutico, o que mostra a necessidade da inserção deste profissional nesse setor para garantir a Assistência Farmacêutica.

Diante dessa realidade o perfil desejado do egresso de Farmácia das FIMI é um profissional apto para atuar nas análises clínicas e toxicológicas, bem como alimentos, mas centrado no eixo dos medicamentos estando preparado para assumir perfis profissionais que atendam a necessidade do Sistema de Saúde, as farmácia e drogarias, bem como as industriais farmacêuticas.

As FIMI projetam em todos os seus cursos, atividades em harmonia com as suas bases filosóficas e princípios metodológicos, garantindo, desta forma, uma coerência epistemológica com a Missão e os Objetivos Institucionais, assim como com as propostas pedagógicas dos seus cursos.

Avaliar não se resume à mecânica do conceito formal e estatístico; não é, simplesmente, atribuir notas, obrigatórias à decisão de avanço ou retenção em determinada disciplina. Os instrumentos de avaliação, imprescindíveis à verificação do aprendizado efetivamente realizado pelo aluno, devem fornecer subsídios ao trabalho docente, direcionando o esforço empreendido no processo de ensino e aprendizagem de forma a contemplar a melhor abordagem pedagógica e o mais pertinente método didático adequado à disciplina.

Neste contexto, a avaliação, sob o enfoque formativo e de forma contínua, mais do que simples atribuição de um conceito formal (nota), serve à percepção, tanto do professor quanto do aluno, dos progressos e carências de seus respectivos trabalhos, permitindo a aplicação de estratégias de aperfeiçoamento ou de redirecionamento do processo de ensino-aprendizagem. Uma boa avaliação alimenta os tomadores de decisões com as informações necessárias para escolhas abalizadas, e os professores com um feedback útil para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Assim o sistema de avaliações é norteado pelo Regimento das FIMI, sendo considerado aprovado o discente que obter conceito mínimo de 5,0.

far-(2)
far-(1)

Coordenação

Profa. Dra. Danyelle Cristine Marini de Morais

dany

Minicurrículo

Possui graduação em Farmácia Habilitação em Farmacêutico pela Universidade Metodista de Piracicaba (1999), mestrado em Biologia Celular e Molecular pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005) e doutorado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (2015). Atualmente é tempo integral – Faculdades Integradas Maria Imaculada, conselheira do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo, membro da comissão de educação farmacêutica do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo, membro do comitê de educação permanente do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo e professora e coordenadora – Faculdades Integradas Maria Imaculada. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Sequenciamento e Análise Funcional de Genes, atuando principalmente nos seguintes temas: uso racional de medicamentos, farmacêutico, xanthomonas, educação e educação.

Envie mensagem

Nome: *

E-mail: *

Cidade: *

Telefone:

Celular:

Assunto: *

Mensagem: *

Favor preencher todos os campos que estão marcados com *

Curso renovado pela Portaria nº 257/2011, publicada em 09/01/2012