O Curso

O Arquiteto e Urbanista tem como objeto de trabalho o espaço e equipamentos utilizados pelas pessoas, considerando a concepção de espaços internos às construções, a concepção, planejamento e execução de edificações, do espaço da cidade e do meio ambiente no qual vivemos; além de atuar na preservação do patrimônio histórico, cultural e ambiental.

Essa formação deve agregar teoria e prática, tendo sempre como princípios de conduta a sustentabilidade ambiental e a compreensão das necessidades dos indivíduos e grupos sociais.

Modalidade: Bacharelado
Período: Noturno
Duração: 10 semestres

Área de atuação

A graduação em Arquitetura e Urbanismo envolve a concepção, o planejamento e execução de projetos de arquitetura e interiores; a atuação em execução de construções e serviços para seu Conforto Ambiental; o estudo do Meio Ambiente avaliação dos impactos ambientais e licenciamento ambiental; e Arquitetura Paisagística, do Patrimônio Histórico, Cultural, e paisagístico; bem como a  atuação em Urbanismo que envolve o Desenho Urbano e o Planejamento Urbano e Regional.

Formar arquitetos e urbanistas preparados para compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades, com relação à concepção, organização e construção do ambiente interno e externo, abrangendo o urbanismo, a edificação e o paisagismo, bem como a conservação e a valorização do patrimônio construído, a proteção do equilíbrio do ambiente natural e a utilização racional dos recursos disponíveis.

Específicos

  • Ensinar o aluno a aplicar conhecimentos estéticos, históricos, científicos, tecnológicos e instrumentais à Arquitetura e Urbanismo;
  • Capacitar o aluno para identificar, formular e resolver problemas de Arquitetura e Urbanismo;
  • Capacitar o aluno para conceber, projetar, construir e analisar sistemas, produtos e processos ligados ás áreas de conhecimento da Arquitetura e Urbanismo;
  • Capacitar o aluno para planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de arquitetura e urbanismo;
  • Capacitar o aluno para atuar na supervisão de operação e manutenção de sistemas ligados a Arquitetura e Urbanismo e avalia-los criticamente;
  • Capacitar o futuro profissional para avaliar os impactos ambientais e socioeconômicos dos empreendimentos de Arquitetura e Urbanismo, preocupando-se com o campo da saúde, da segurança, do direito e do respeito ao meio ambiente;
  • Capacitar o aluno a avaliar a viabilidade econômica de projetos de Arquitetura e Urbanismo;
  • Desenvolver no aluno habilidades para se comunicar com eficiência nas formas escrita, oral e gráfica e para atuar em equipes multidisciplinares;

Desenvolver no aluno a compreensão e a postura ética e de responsabilidade profissionais.

O curso de bacharelado das Faculdades Integradas Maria Imaculada busca formar profissionais conscientes, não somente com o conhecimento de caráter teórico e técnico, mas também com a crítica e com a construção da sociedade.  Portanto, vislumbra um perfil profissional com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar na sociedade com base no rigor científico e intelectual.  Durante seu processo de formação, o aluno deverá ser capaz de compreender sua realidade social, cultural e econômica, atuando na transformação da realidade em benefício da sociedade e pautada em princípios éticos.

De acordo com as diretrizes curriculares nacionais estabelecidas pela Resolução CNE/CES nº 02 de 17/06/10, o curso de Arquitetura e Urbanismo deverá possibilitar formação profissional que revele:

I – o conhecimento dos aspectos antropológicos, sociológicos e econômicos relevantes e de todo o espectro de necessidades, aspirações e expectativas individuais e coletivas quanto ao ambiente construído;

II – a compreensão das questões que informam as ações de preservação da paisagem e de avaliação dos impactos no meio ambiente, com vistas ao equilíbrio ecológico e ao desenvolvimento sustentável;

III – as habilidades necessárias para conceber projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e para realizar construções, considerando os fatores de custo, de durabilidade, de manutenção e de especificações, bem como os regulamentos legais, de modo a satisfazer as exigências culturais, econômicas, estéticas, técnicas, ambientais e de acessibilidade dos usuários;

IV – o conhecimento da história das artes e da estética, suscetível de influenciar a qualidade da concepção e da prática de arquitetura, urbanismo e paisagismo;

V – os conhecimentos de teoria e de história da arquitetura, do urbanismo e do paisagismo, considerando sua produção no contexto social, cultural, político e econômico e tendo como objetivo a reflexão crítica e a pesquisa;

VI – o domínio de técnicas e metodologias de pesquisa em planejamento urbano e regional, urbanismo e desenho urbano, bem como a compreensão dos sistemas de infraestrutura e de trânsito, necessários para a concepção de estudos, análises e planos de intervenção no espaço urbano, metropolitano e regional;

VII – os conhecimentos especializados para o emprego adequado e econômico dos materiais de construção e das tecnologias e sistemas construtivos, para a definição de instalações e equipamentos prediais, para a organização de obras e canteiros e para a implantação de infraestrutura urbana;

VIII – a compreensão dos sistemas estruturais e o domínio da concepção e do projeto estrutural, tendo por fundamento os estudos de resistência dos materiais, estabilidade das construções e fundações;

IX – o entendimento das condições climáticas, acústicas, lumínicas e energéticas e o domínio das técnicas apropriadas a elas associadas;

X – as práticas projetuais e as soluções tecnológicas para a preservação, conservação, restauração, reconstrução, reabilitação e reutilização de edificações, conjuntos e cidades;

XI – as habilidades de desenho e o domínio da geometria, de suas aplicações e de outros meios de expressão e representação, tais como perspectiva, modelagem, maquetes, modelos e imagens virtuais;

XII – o conhecimento dos instrumentais de informática para tratamento de informações e representação aplicada à arquitetura, ao urbanismo, ao paisagismo e ao planejamento urbano e regional;

XIII – a habilidade na elaboração e instrumental na feitura e interpretação de levantamentos topográficos, com a utilização de aerofotogrametria, fotointerpretação e sensoriamento remoto, necessários na realização de projetos de arquitetura, urbanismo e paisagismo e no planejamento urbano e regional.

Assim, o perfil do Arquiteto e Urbanista que as Faculdades Integradas Maria Imaculada procura obter é formado por:

  • Visão generalista: O Arquiteto e Urbanista deverá possuir visão generalista do macro e do micro ambiente onde está inserido; conhecimento e domínio do processo de projeto para construir as soluções físico-espaciais necessárias às demandas da sociedade;
  • Plena Capacidade de compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação à concepção, organização e construção do espaço interior e exterior, abrangendo o urbanismo, a edificação e o paisagismo;
  • Domínio das técnicas associadas ao projeto, à tecnologia dos materiais, à ecologia, à conservação e valorização do patrimônio construído, à proteção do equilíbrio do ambiente natural e utilização racional dos recursos disponíveis.
  • Postura ética profissional: Deve respeitar e internalizar valores de responsabilidade social, justiça e ética profissional de modo que sua ação, em qualquer tempo ou organização, reflita a consciência de suas obrigações perante a sociedade, ao respeito ao ser humano, ao seu país e ao meio ambiente.
  • Visão humanística: Deve ter capacidade para compreender e interagir com outras pessoas, atuar em equipes multidisciplinares e liderá-las em seu ambiente de trabalho na busca de realização dos objetivos comuns, dada a relevância de compreender as questões e decisões administrativas a partir de uma perspectiva sistêmica.
  • Postura analítico-crítica: Deve possuir capacidade de compreensão do contínuo aperfeiçoamento profissional, do desenvolvimento da autoconfiança, analisar criticamente a realidade, interpretar eventos econômicos, financeiros, culturais e organizacionais, e também utilizar sua competência e criatividade na busca da excelência profissional.
  • Formação científica: Deve possuir hábitos de pesquisa bibliográfica, documental e de campo como instrumento de atualização e desenvolvimento para a elaboração de trabalhos de cunho científico e tecnológico.

Capacidade empreendedora: Deve também desenvolver e exercitar o seu potencial e espírito empreendedor, de forma a obter sucesso atuando com competência e criatividade em negócio próprio ou de terceiros.

As FIMI projetam em todos os seus cursos, atividades em harmonia com as suas bases filosóficas e princípios metodológicos, garantindo, desta forma, uma coerência epistemológica com a Missão e os Objetivos Institucionais, assim como com as propostas pedagógicas dos seus cursos.
Avaliar não se resume à mecânica do conceito formal e estatístico; não é, simplesmente, atribuir notas, obrigatórias à decisão de avanço ou retenção em determinada disciplina. Os instrumentos de avaliação, imprescindíveis à verificação do aprendizado efetivamente realizado pelo aluno, devem fornecer subsídios ao trabalho docente, direcionando o esforço empreendido no processo de ensino e aprendizagem de forma a contemplar a melhor abordagem pedagógica e o mais pertinente método didático adequado à disciplina.
Neste contexto, a avaliação, sob o enfoque formativo e de forma contínua, mais do que simples atribuição de um conceito formal (nota), serve à percepção, tanto do professor quanto do aluno, dos progressos e carências de seus respectivos trabalhos, permitindo a aplicação de estratégias de aperfeiçoamento ou de redirecionamento do processo de ensino-aprendizagem. Uma boa avaliação alimenta os tomadores de decisões com as informações necessárias para escolhas abalizadas, e os professores com um feedback útil para o desenvolvimento de seus trabalhos.
Assim o sistema de avaliações é norteado pelo Regimento das FIMI, sendo considerado aprovado o discente que obter conceito mínimo de 5,0.

curso_arquitetura3
curso_arquitetura2

Coordenação

Profa. Dra. Maria Júlia Mesquita Kallás

maria_julia

Minicurrículo

Arquiteta e Urbanista, Doutora em Engenharia Civil (2007), Mestre em Arquitetura e Urbanismo (2000). Possui experiência acadêmica na área de concentração do setor de Construção de Edifícios (processo de projeto e planejamento da qualidade na construção de edifícios), até o ano de 2007. Desde 2006 vem atuando na área de planejamento e projeto de arquitetura, e, a partir de 2013 retomou as atividades acadêmicas, como professora no curso de graduação em Engenharia Civil das Faculdades Integradas Maria Imaculada, em Mogi Guaçú, SP. Desde 2015 é membro do NDE do curso de Engenharia Civil da instituição e foi contratada em regime de dedicação parcial – 12horas, agregando-se a função de coordenadora do curso – em processo implementação – de arquitetura e urbanismo da referida instituição.

Currículo Lattes

Envie mensagem

Nome: *

E-mail: *

Cidade: *

Telefone:

Celular:

Assunto: *

Mensagem: *

Favor preencher todos os campos que estão marcados com *